Engenharia Sustentável
UFMG
EM BREVE

Digite sua senha para ver o site:

Reuso e reciclagem dos materiais de construção

Tamanho da letra:
Compartilhe:

Conforme GUNGOR e GUPTA (1999), os maiores riscos ambientais ocorrem no final do ciclo de vida dos materiais. Assim, o desenvolvimento de técnicas para a gestão dos materiais no final de seu ciclo de vida, pelo reuso ou reciclagem, é fundamental.

Os materiais recicláveis possuem vantagens ambientais evidentes, uma vez que, esgotada a sua vida útil, podem dar origem a outros materiais. A reciclagem de produtos também pode reduzir o impacto ambiental. Segundo TORGAL e JALALI (2007), um produto que pode ser facilmente reciclado, como, por exemplo, os metais, apresenta vantagens em relação a um produto inicialmente “verde”, mas que não pode ser reciclado. Além disso, a utilização de materiais recicláveis obviamente implica em uma economia de materiais virgens ou não renováveis.

Ainda segundo TORGAL e JALALI (2010), um bom exemplo das vantagens econômicas da reciclagem dos resíduos de construção e demolição (RCD), é trazido pela Agência de Ambiente dos Estados Unidos – EPA (2002), a qual refere que enquanto a incineração de 10.000 toneladas de resíduos pode significar a criação de um posto de trabalho, o seu depósito em aterro representa 6 postos de trabalho, contudo se a mesma quantidade de resíduos for reciclada isso pode significar 36 postos de trabalho. Assumindo que o estado de Minas Gerais produz aproximadamente 20 mil toneladas diárias de resíduos sólidos, a reciclagem dos mesmos seria capaz de criar vários milhares de postos de trabalho.